Caminhar e caminhar e caminhar

Caminhar é provavelmente uma das minhas coisas favoritas na vida. Aliás, não, sem “provavelmente”: caminhar é definitivamente uma das minhas coisas favoritas na vida. Eu poderia andar por dias e dias. Eu poderia passar todo o meu tempo vagando e ouvindo música e pensando na vida e nos acontecimentos. Além de ser bom pra saúde, andar faz bem por dentro. Quando vagamos – com ou sem destino – somos expostos a novas paisagens, a visões diferentes nos caminhos rotineiros. Dá pra descobrir novos …Continue lendo.

Coração,

Me ajude a fazer a diferença, e a perceber quando faço a diferença e enxergar qual merece ser levada e qual merece ficar. Me ajude a ser vulnerável sem ser suscetível. Vulnerável sem ser fraca, pra perceber quando a outra parte está tomando partido e decidindo minha vida por mim. Me ajude a tomar o volante nas mãos e não soltar nunca mais. Pra dirigir na direção que melhor me couber. Pra parar quando quiser e acelerar quando quiser e ir bem devagarinho quando precisar. Me ajude a processar …Continue lendo.

O avesso

Eu me doo e me dói. Tenho um compromisso importante com a noite e não posso faltar por causa de vocês. Coloco música em tudo que tenho e faço e sou e digo. Eu digo coisas demais quando bebo mas alguma espécie de consciência ainda mora por dentro nesses pequenos lampejos de toda a liberdade do mundo. De toda a liberdade do meu mundo. Eu me doo e dói. Dói porque com toda doação de si mesmo vem pra dentro uma enxurrada de coisas que eu nem queria. Uma porção do que só tem espaço pra entrar …Continue lendo.

Eu uso óculos/ E perco o foco/ Achei ter visto / Mas eu uso óculos/ Não estou chorando/ Não/ Eu uso óculos/ Eu não consigo / Ver os ônibus/ Eu passo do ponto/ Eu uso óculos/ Eu não sei o que sinto/ Eu uso óculos/ Eu uso óculos/ E desinterpreto/ Eu desinteresso/ Eu desinto/ Eu invento palavras/ Porque eu/ Acima de tudo/ Eu uso óculos.

Pra tudo que é e foi e vai e fica

Olho nos olhos, naqueles olhos cheios de olhos. Uns olhos que olham assim, de um jeito assim, que me deixa sem jeito. Assim assado. Assim dessa maneira, sem muito jeito de que eu olhe. Porque os olhos falam e falam e falam e eu não digo não digo não digo. Eu guardo meus olhos. Eu ponho os olhares na gaveta pra garantir que não se percam. Mas passa por mim e sorri. Sorri um sorriso cheio de lábios um sorriso cheio de dentes um sorriso cheio de afeto. Tem um chocolate que chama Afeto e nem é …Continue lendo.

O tempo é infinito

O tempo é infinito, a vida é cíclica. Eu ia conversando com meu irmão e ele ia dizendo essas coisas e a minha mente foi se enchendo de todo o brilho. Brilho brilho brilho muito brilho. Muita luz numa conversa dessa gente meio alta de vinho que éramos nós ontem a noite. Ele ia falando e eu ia falando e eu ia pensando em quanto tudo é bonito. Nada na vida é em vão. Nada passa sem deixar sua marca no tempo e no espaço e na vida. Minha vó morreu há seis anos, mas minha vó morreu? Enquanto …Continue lendo.

Há 10 anos atrás

Cara Dandara de 15 anos,
É muito bom falar com você! Sei que as coisas andam esquisitas de vez em quando por conta de toda a ansiedade que você tem, e desse desejo desmedido de saber de todas as coisas e entender sobre todos os assuntos. Tenho uma coisa pra te dizer: você nunca vai conseguir. Ninguém consegue, e está tudo bem. Ao longo dos próximos 10 anos, você vai ler muitas coisas, ir a muitos lugares e conhecer muitas pessoas, mas ainda assim vai se sentir exatamente como se sente agora, …Continue lendo.

Umnó

Eu caí. Metafórica e literalmente. Caí no chão pra não levantar e pra não lembrar e pra não entender. Eu caí e continuei caindo e caindo e caindo. Eu não sei o meu lugar. Eu me despertenço cada vez que sinto pertencer a minha vida. Eu me coloco de fora, observando. Sou coadjuvante no meu próprio filme, enquanto deixo qualquer outra coisa ou pessoa ou situação estrelar. Como se eu não fosse digna de ser a personagem principal dessa história que deveria ser toda minha e sobre mim. Eu …Continue lendo.

Finaldesemana

Esse foi um final de semana calmo calmo calmo. Faltei a todos os meus compromissos, todos. Por diversos motivos, faltei aos meus compromissos, e faltando ganhei calma calma calma. As semanas tem sido agitadas. Tendo a me perder em mim quando as semanas são assim, e quanto mais coisa faço, mais me distancio. Eu vou subindo e me vendo de cima. Eu vou levitando em meio ao bla bla bla dos outros e ao meu bla bla bla. E quantos blas cabem numa semana cheia de aulas e trabalhos e entrega e pessoas. Todas …Continue lendo.

Oração

Andei me sentindo triste. Triste e perdida. Mais triste do que perdida, porque entendo sobre me perder e o bem que isso pode causar. Quando a perdição vem com tristeza, toma outra forma, tudo fica mais cinza, mais labirinto, mais parede de concreto e menos flor. Andei. Andei quilômetros chorando e pedindo aos céus que me enviassem alguma espécie de iluminação. Qualquer coisa servia. Qualquer uma das coisas bonitas da vida serviria como um sinal pra eu entender que tudo ia ficar bem eventualmente. …Continue lendo.